Prezado/a colega,

Tenho notado nestes últimos doze anos de experiência como professora de inglês como é importante criar, adaptar e refletir quando planejamos e ministramos aulas. Métodos podem variar, mas é o professor que vai aplicá-los e decidir se suas aulas serão mais atraentes de acordo com as necessidades e interesses de seu grupo ou não.

Todo professor tem um potencial criativo a ser desenvolvido e quanto mais ideias tiver para facilitar o processo de aprendizado dos alunos mais interessantes suas aulas serão, pois o idioma em questão pode ser melhor assimilado através de atividades interativas e lúdicas.

Usando jogos em aulas, professores podem fazer com que os alunos fiquem mais motivados e interessados. Tentando fazer com que todos os alunos participem das atividades, mesmo que estejam jogando em grupos, pode-se criar uma prática agradável através da diversão.

Jogos podem encorajar o lado competitivo dos participantes, pois geralmente procuram fazer o melhor para vencer. No entanto, o professor pode tornar esta experiência menos competitiva e mais cooperativa entre os participantes.

 

“Brincando e Aprendendo” foi elaborado para professores de idiomas trabalharem com alunos de todas as idades, principalmente aqueles que estejam no nível básico/elementar.

Entretanto, pode-se usar as ideias sugeridas em aquecimentos e encerramentos de lições de níveis mais adiantados, visando sempre o interesse e faixa etária do grupo em questão.

As atividades foram planejadas baseando-se em adaptações de jogos conhecidos e criações pessoais feitas durante minha experiência como professora de inglês.

Espero que as sugestões destes posts ajudem-no a tornar suas aulas ainda mais prazerosas!!

Divirta-se e boa aula!

 

A) Alfabeto ( praticando o alfabeto)

  • Material: 1 balão
  • Como jogar?
  1. Divida a classe em dois grupos: A e B
  2. Peça para que o grupo A pense numa palavra; ex.: DINOSSAURO
  3. Os participantes do grupo A deverão jogar o balão um para o outro, soletrando a palavra , dizendo cada letra em voz alta a cada toque: D-I-N-O-S-S-A-U-R-O
  4. Grupo B precisa adivinhar a palavra soletrada pelo grupo A.
  5. Se o grupo B conseguir adivinhar, ganha um ponto.
  6. O jogo continua com o grupo B soletrando uma palavra em voz alta , tocando o balão ao mesmo tempo para que o grupo A tente adivinhar.
  7. Jogue quantas vezes achar necessário.
  8. O grupo vencedor é aquele com o maior número de acertos.

 

 

B) Bela forma (praticando as partes do corpo)

  • Material: nenhum
  • Como jogar?
  1. Divida a classes em dois grupos: A e B.
  2. Peça ao grupo A escolher um número de 1 a 12; ex.: “6” .
  3. Peça ao grupo B desafiar o grupo A apontando uma parte do corpo; ex.: “pulso”
  4. Se o grupo A disser a palavra correta “pulso”, ganham 6 pontos que corresponde ao número escolhido.
  5. Se o grupo A disser a palavra incorreta, precisam exercitar aquela parte do corpo e repeti-la 6 vezes em voz alta (pois escolheram o número 6); ex.: PULSO, PULSO, PULSO, PULSO, PULSO, PULSO.
  6. O grupo vencedor será aquele com a pontuação mais alta.

 

C) Cores (praticando as cores)

  • Material: papel; tinta azul, vermelha, amarela, branca e preta (guache ou plasticor); pincéis, música instrumental.
  • Como jogar?
  1. Diga a seus alunos que farão uma pintura abstrata enquanto escutam a música.
  2. Alunos podem trabalhar em grupos ou em pares , porém não podem mostrar seus trabalhos aos outros participantes enquanto estiverem executando-os.
  3. Peça para que exponham seus trabalhos quando estiverem terminados.
  4. Cada grupo ou par identificará as cores usadas, dizendo-as no idioma em questão.
  5. O grupo ou par vencedor será aquele com o maior número de cores usadas e identificadas.

 

Mês que vem teremos as dicas de D a F, não percam!