Era uma aula de Math para alunos do 1º ano do Ensino Fundamental I. A atividade trazia uma imagem de um dia chuvoso onde alguns gatos tentavam se proteger com seus guarda-chuvas. Mas havia um problema. E antes de contar qual era esse problema quero compartilhar com vocês como esta atividade foi construída pelo professor desta escola que adota o nosso material didático na sua proposta de ensino bilíngue.

Como está o dia lá fora? É parte da rotina destes alunos, no início das aulas, falar sobre a data, dia da semana e clima. Eles já foram apresentados ao vocabulário relativo à WEATHER e o praticam diariamente. Este dia era um dia típico da primavera, em que chovia um pouco, céu parcialmente nublado mas abrindo e logo mais, certamente, o sol apareceria e faria calor. O helper do dia logo se ofereceu para escrever a rotina na lousa. Ele colocou “TODAY IS TUESDAY” na primeira linha. Na segunda a data “OCTOBER, 3 2017”. Um dos colegas observando a tarefa, percebeu que faltava algo depois do número 3. A professora o ajudou a incluir o RD pequenininho acima. Na última linha, após olhar pela janela, escreveu “TODAY IS HOT AND CLOUDY”.

A professora mostrou então a cena aos alunos. Eles falaram sobre CATS, UMBRELLAS e RAIN. Na sequência foram perguntados sobre quantos gatos havia lá. Os alunos contaram em voz alta, em inglês. Eram EIGHT CATS. Por que os gatos usavam guarda-chuvas? Eles sabiam a resposta: gato não gosta de chuva. E quantos guarda-chuvas existiam na mesma cena? Os alunos contaram novamente em voz alta: SEVEN! Seven?! Como assim? Mas são oito gatos! Contaram novamente para terem certeza. Estavam certos: eram apenas sete guarda-chuvas para oito gatos. E agora? Sem que isso levasse mais do que alguns instantes veio a solução para o problema: uma das alunas mostrou à professora: ela havia desenhado um guarda-chuva para o gato que estava sem.

A capacidade de solucionar problemas é uma das habilidades que foram listadas como sendo importantes no desenvolvimento dos alunos em diferentes etapas da sua vida escolar. Na verdade ela extrapola esta fase da vida e tem também posição de destaque em avaliações de perfis profissionais na nossa vida adulta. É algo que não tem necessariamente um início nem tampouco um fim determinados. A professora de inglês, responsável por esta aula, tem consciência disso. A atividade não trazia em seu enunciado o que os alunos deveriam fazer. E a professora também, por sua vez, não o fez. Não temos enunciados para nos guiar em todas as situações que a vida nos coloca. Temos que ser capazes de olhar um cenário, perceber o problema, e solucioná-lo. Sabemos disso. E enquanto professores não podemos nos esquecer. Ao entregar aos alunos um exercício não diga simplesmente o que eles devem fazer. Permita que eles identifiquem o problema e encontrem uma solução.

Milena Claus
Fundadora da YouZ Sistema de Ensino Bilíngue, Pedagoga graduada pela Universidade de São Paulo (USP), pós-graduada em Psicopedagogia Educacional. English teacher e Coordenadora de Ensino nas principais escolas de idioma do país.