TO MAKE TRACKS
IR EMBORA
It’s getting late. We’d better make tracksfor the tube station.
Está ficando tarde. É melhor irmos embora para a estação de metrô.
TO LICK SOMEBODY’S BOOTS
BAJULAR; PUXAR O SACO
I refuse to go licking his boots.
Eu me recuso a ficar puxando o saco dele.
Usa-se também a expressão ofensiva to lick somebody’s arse (UK)/ass (US).
UP THE CREEK (WITHOUT A PADDLE)
EM APUROS, EM DIFICULDADES
If he doesn’t pay me I’ll be up the creek.
Se ele não me pagar, vou ficar em apuros.
Usa-se também a expressão ofensiva up shit creek (without a paddle).
>> in a jam
TO NIP SOMETHING IN THE BUD
LIDAR COM ALGUM PROBLEMA OU DIFICULDADE LOGO NO INÍCIO, PARA NÃO DEIXÁ-LO PIORAR
We need to nip this kind of problem in the bud.
Precisamos lidar com esse tipo de problema logo no início.
Essa expressão é uma metáfora com plantas. To nip é cortar, e bud é botão de flor – ou seja, cortando-se o botão da flor, ela não cresce mais.
TO CUT/GIVE SOMEBODY SOME SLACK
PEGAR LEVE COM ALGUÉM
Cut him some slack. He just lost his job.
Pegue leve com ele – acabou de perder o emprego.
TO CALL A SPADE A SPADE
DAR NOMES AOS BOIS
He usually calls a spade a spade
Ele costuma dar nomes aos bois.
TO FLIP (YOUR LID)
FICAR FURIOSO; FICAR UMA FÚRIA, FICAR P. DA VIDA
He’ll flip his lid if you do that again.
Ele vai ficar p. da vida se você fizer isso de novo.

 

 

ON THE WARPATH
EM PÉ DE GUERRA, PRONTO PARA BRIGAR, FURIOSO
Be careful! Dad’s on the warpath again.
Cuidado! Papai está bravo de novo.

Jack Scholes
Jack Scholes is the author of many books, including Slang – Gírias Atuais do Inglês, Modern Slang and Slang Activity
Book. He is also co-author with Jane Revell of Sucesso nos Exames. His most recent publications are Inglês Rápido,
Quick Brazilian Portuguese and Why do we say that? Por que dizemos isso?. All published by Disal Editora.
Email: jack@jackscholes.com