Mercado é amplo, mas pede profissionais atentos a um público cada vez menos interessado no convencional

 

Enquanto diversos setores apresentaram retração em 2015, a área de educação e treinamento, que engloba franquias de ensino de línguas estrangeiras, registrou crescimento de 15%. Considerando que no ranking global de nível de inglês, idioma mais procurado por aqui, estamos na 41ª posição entre 70 países, não é exagero dizer que o brasileiro quer e precisa deste tipo de serviço. O que ele não quer é aprender por métodos arrastados e não efetivos. Uma problemática que convida o profissional de ensino a se reinventar.

Isso não significa dizer que as salas de aula tradicionais estão ultrapassadas. A presença, o acompanhamento, a troca com colegas de turma, continuam sendo importantes. Os principais desafios para o ensino de línguas no Brasil, hoje, passam pelos métodos equivocados com processos genéricos e pouco inspirados. Além disso, há um universo de escolas com métodos distintos, níveis que não seguem um padrão e, principalmente, pouca atenção para necessidades e interesses individuais

O perfil conectado, acostumado a consumir informação de maneira rápida e de diferentes fontes (muitas vezes ao mesmo tempo), pede recursos que transformem o aprendizado em experiência, o investimento – de tempo e de dinheiro – em retorno, e o conhecimento teórico em prática. Grande parte desta responsabilidade e missão recai sobre o professor, que está na linha de frente do processo didático. A saída para o profissional é buscar recursos que permitam uma aplicação criativa, completa e efetiva.

A Disal Editora é uma grande aliada neste sentido. Especializada em materiais didáticos para o ensino de idiomas, guarda um catálogo com mais de 350 títulos direcionados para o ensino e aprendizado de línguas consideradas mais comuns (inglês, espanhol, italiano, etc) e, também, outras pouco usuais (russo, coreano, chinês, árabe). Para o ensino, a Disal tem títulos totalmente direcionados como “Inglês para Professor”. Além de uma infinidade de guias de conversação, vocabulários, dicionários e títulos pensados para comunicação em diversos tipos de situações (viagens, reuniões de negócios, etc).

Outros grandes destaques são os livros da inglesa Helbling Languages, publicados com exclusividade pela Disal desde 2008, com séries estruturadas para cada nível de conhecimento, trazendo grandes clássicos da literatura universal repaginados para um público mais jovem e cheios de recursos pré e pós-leitura.

Para a atualização, além dos títulos da Disal Editora , o professor também conta com apoio da Disal Distribuidora, que disponibiliza a revista New Routes, uma publicação quadrimestral voltada para quem trabalha com o ensino de idiomas, com artigos, entrevistas e informações úteis em inglês, organizados por vários autores reconhecidos mundialmente. Já para os que valorizam o encontro e a troca de experiências, a Disal Distribuidora promove até o fim de novembro o Disal Tour, série itinerante de workshops gratuitos que percorrerá as principais lojas da rede para discussão de métodos de ensino, habilidades de escuta, fala, memorização, gramática, entre outros temas. Programação e inscrições estão disponíveis pelo site www.disal.com.br/eventos.

Sobre a Disal Editora

Fundada em 2003 por José Bantim Duarte, Francisco Canato e Renato Guazzelli, profissionais com longa experiência na área editorial, a Disal Editora já superou a marca de 350 títulos publicados. A preocupação com a qualidade física e de conteúdo dos seus produtos é o princípio básico de orientação das atividades. A linha editorial se concentra nos livros de idiomas e de interesse geral. No final de 2008 a Disal Editora firmou acordo com a Helbling que resultou na publicação de 110 títulos paradidáticos (readers) até o momento. Mais informações em www.disaleditora.com.br

Sobre a DISAL Distribuidora 

Há mais de meio século em operação, é considerada a mais importante distribuidora de livros e materiais didáticos do Brasil para o ensino de idiomas, e, também, técnicos e científicos, de ciências humanas e sociais, literatura, autoajuda e conhecimentos gerais. Possui um catálogo com 300 editoras e mais de 300 mil títulos comercializados. Tem 17 filiais espalhadas pelo país e um portal onde é possível encontrar todos os serviços e produtos oferecidos. Saiba mais em www.disal.com.br

Matéria original: Portal Notícia Capital  | Agitos SP