Muitas vezes, no início de carreira, aceitamos funções diversas, pois tudo é experiência e faz parte do aprendizado.

No decorrer dos anos, no entanto, desenvolvemos certas habilidades e é neste momento que precisamos prestar mais atenção no que nos dá prazer e fazemos com facilidade.

É a fase onde podemos nos especializar com um trabalho interessante e gratificante.

Uma boa dose de criatividade também é bem vinda para a elaboração de cursos e abordagens.

Existem professores com habilidades diversas e cabe a cada um refletir e escolher o melhor caminho.

Professores satisfeitos produzem aulas mais significativas.

É preciso ter auto conhecimento para poder escolher o trabalho mais adequado.

Basta observar a natureza: o pássaro voa, o peixe nada e o canguru pula.

Cada um com sua habilidade e habitat.

E você, caro profissional de idiomas, que tipo de trabalho gostaria de desenvolver no momento?

 

 

 

 

Maria de Fátima
Professora de inglês há mais de vinte anos obteve certificação internacional FCE, OXFORD, Michigan e CEELT2. Com formação em artes plásticas pela FAAP, procura tornar aulas mais criativas, significativas e prazerosas para que o processo e os resultados dos alunos sejam equilibrados. Autora do blog “Idiomas com Arte” www.idiomascomarte.blogspot.com.br e consultora no ensino de idiomas, pretende auxiliar professores a tornar o trabalho mais “colorido”, com um toque especial!!! Atualmente trabalha como professora e consultora autônoma e na Idées Idiomas
Contato: marifa2006@terra.com.br
www.idees.com.br